MONTANHAS RACE MONTE VERDE

Saiba tudo o que rolou em mais uma prova épica do enduro brasileiro.


Texto: Guto Affonso
Fotos: Rafael Cruz 

Mais uma etapa do Montanhas Race Enduro está prestes a acontecer, e Monte Verde/MG é a cidade escolhida para sediar mais esta batalha. Monte Verde fica incrustada aos pés da serra da Mantiqueira a uma altitude de 1500m com o pico mais alto atingindo 2080m. Na década de 1990 era considerada uma Meca do MTB, chegando a receber algumas provas de grande porte. Desde então Monte Verde foi esquecida pelos ciclistas.
Mas a galera da MTB Monte Verde está disposta a mudar isso. Após muitas conversas entre Thiago Velardi, fundador do Montanhas Race (1ª prova de Enduro do Brasil) e eu (Guto, um dos fundadores da MTB Monte Verde), a data estava marcada e o formato da corrida definido. Uma corrida que promete ser muito dura com 6 especiais em 2 dias de prova.
Sexta Feira dia 02 de Outubro, a equipe do Montanhas Race Enduro chega à cidade e se junta ao MTB Monte Verde, começa então os preparativos para o Enduro que promete entrar para a historia do MTB Brasileiro, com pistas de altíssimo nível dos mais variados estilos e terrenos. Sem falar do visual deslumbrante!


Equipe na correria para que tudo saia conforme o planejado.

E começa toda aquela ansiedade que antecede uma corrida, mas desta vez por estar por detrás dos bastidores. Receber uma prova desse nível no quintal de casa e participar da organização é um sonho muito antigo, que finalmente se torna realidade. Após um dia e noite de muito trabalho na enxada acertando os últimos detalhes nas pistas, vamos todos cansados para cama… Para ser acordado no meio da noite com uma chuva torrencial, que varou noite afora. Afinal sem chuva não seria uma prova do Montanhas Race.


Galera se preparando para largada na Base 1 do evento - Poncianos Bacpacker.


Manhã de Sábado e São Pedro deu uma folga, mas a chuva que caiu durante a noite já tinha feito sua parte e deixou os trechos de off camber ainda mais difíceis de transpor. Logo após clarear o dia os pilotos já começaram a chegar ao Poncianos Backpacker, 1ª base do evento (o evento contou com 3 bases diferentes, algo inédito no país). Clima de muita amizade e ansiedade, para pegar bike e sair para o role.
E foi dada a largada! Para a 1ª parte do dia vamos no “French Style” reconhecimento das 3 primeiras especiais seguido da cronometragem das mesmas.
Thiago Velardi dando a largada para o D1.

1ª Especial – NZ Connection: A especial mais curta da competição, mas também uma trilha projetada para bike com curvas super fluidas e trechos bem divertidos de se pilotar. Na categoria Master 2 a disputa ficou entre Marcelo Spitzer com a 3ª colocação, seguido de Felipe Vilhena. O primeiro lugar ficou com o piloto Caio Salerno, uma lenda do MTB Brasileiro.


Alexandre Simão nas curvas da NZ Connection.


Já na Master 1 a disputa foi acirrada, com Rodolpho Mattheis e Luis Altenfelder que empataram na 3ª colocação. Em segundo lugar ficou André Spaca di Paolo apenas 1 segundo atrás de Juliano Jeremias que levou a melhor nessa especial.
Na categoria Pro a briga ficou entre Fernando Simioni 3º colocado apenas 1 segundo atrás de Leonardo Petry que vem andando forte. Mas quem mostrou mesmo que esta com os treinos em dia foi o Piloto Diego Knob que ficou em 1º lugar colocando 7 segundos no segundo colocado.

Leonardo Petry                                            Juliano Florence (Bike Joe)

2ª Especial – Trilha da Lua: Uma das largadas mais alucinantes do evento, onde os pilotos largavam em uma laje de pedra com vista 360°, mergulhando em uma pequena mata. Essa foi uma das trilhas em que os pilotos mais tiveram dificuldades devido a chuva, uma pista repleta de off cambers dentro da floresta de pinheiros em um cenário gringo!


A Trilha da Lua oferecia visuais deslumbrantes.
Juliano Florence, o “Bike Joe” mostrou que também veio para brigar pelo titulo e fica com a 3ª colocação na categoria Master 2. Seguido por Marcelo Spitzer em 2º lugar. Caio Salerno mostrou que está andando forte e colocou 30 segundos em cima do segundo.

 Caio Salerno.

A apenas 160km de São Paulo, Monte Verde oferece visuais deslumbrantes. Um lugar onde todos os Mountain Bikers deveriam visitar pelo menos uma vez na vida.



Voltando a corrida, na categoria Master 1, uma das mais disputadas do evento a 3ª colocação ficou com Juliano Jeremias. Seguido de André Spaca di Paolo em 2º lugar e Alexandre Simão que levou a 1ª colocação.
Já na categoria Pro, Fernando Simioni mostrou que está com a bike na mão e assegurou a 3ª colocação ao lado de Leonardo Petry em 2º e Diego Knob em 1º mostrando porque é o favorito!


3ª Especial – Pista do Sirigrilo: A segunda especial mais curta do evento, porém muito divertida. pista bem fluida, com seqüência de paredões e um off camber no final que fez muitos pilotos suarem a camisa para segurar a bike na linha certa.
Na Master 2 o piloto Juliano Florence andou forte e conquistou a 1ª colocação mostrando para Caio Salerno 2º colocado que não seria tão fácil assim levar o titulo do Montanhas Race Monte verde. O 3º lugar ficou com Felipe Vilhena que também não estava para brincadeiras e andou forte.

Cristiano Sarturi

A categoria Master 1 é onde a coisa estava pegando fogo, e Rodolpho Mattheis mostrou fazer parte desta fogueira fazendo o 3º melhor tempo. Já o segundo melhor tempo ficou empatado entre os pilotos André Spaca di Paolo e Alexandre Simão. Juliano Jeremias andando forte garantiu sua segunda 1ª colocação no evento.
Na Categoria Pro, Leonardo Petry mostrando uma ótima regularidade garante a 3ª colocação. Fernando Simioni ficou em 2º lugar, atrás apenas de Diego Knob que vem fazendo uma ótima prova com mais um 1º lugar.

Diego Knob

Mas o sábado não ficou por ai, os pilotos seguiram com auxilio de veículos ate a entrada do deslocamento 4 onde os pilotos tiveram de empurrar a bike até a largada da E4 para que fosse feito o reconhecimento. Especial da qual os pilotos logo descobriram tratar-se da mais longa, dura e técnica da prova.
Primeiro dia de prova completo! Todos muito cansados, mas felizes e deslumbrados com as trilhas e visuais que somente a Serra da Mantiqueira poderia proporcionar. Após um longo dia, nada melhor que comemorar com a galera e uma cerveja gelada.

Final do primeiro dia.

No segundo dia o tempo amanhece fechado, mas sem sinal de chuva para alegria dos pilotos. O evento começou em outra base, no Restaurante StarBar o mais alto da cidade (não se esqueça de provar a limonada do Mario, é a melhor). Exatamente às 7h foi dada a largada do primeiro competidor para o D4. Começar o dia empurrando bike não e fácil, mas o visual da largada valia a pena.


Pessoal se reunido e preparando para a largada da E4, um visual de tirar o folego. 

4ª Especial – Trilha do Bispo/Platô: Largando a 2030Mts de altitude, essa era a especial mais longa da prova e com um nível técnico altíssimo. A especial começa com uma trilha que anda na crista da montanha com passagens técnicas e algumas subidas pequenas, onde o preparo físico dos atletas foi levado ao extremo. Uma pequena mata para relaxar, ou melhor retomar o fôlego. Porque vem pedreira pela frente, literalmente. Cerca de 3 minutos de rock garden onde não se consegue ver o chão.


Leonardo Petry e Rafael Botelho mostrando muita técnica para transpor as pedras.

Juliano Florence levou a melhor na Master 2 e ficou com a 1ª colocação, subindo para segundo em sua categoria. Caio Salerno ficou em 2º lugar seguido por Felipe Vilhena em 3º lugar assumindo assim o 3º lugar em sua categoria.
Ja na Master 1 a disputa foi super acirrada! Alexandre Simão garantiu o 3º lugar com o tempo de 07:42 logo atrás de Rodolpho Mattheis que fez osegundo melhor tempo com 07:39. Um ótimo tempo mas não o suficiente para bater o piloto André Spaca di Paolo, que mostrou seu background vindo da moto. E com uma tocada forte, venceu a especial com o tempo de 07:36.

O publico veio em peso prestigiar o evento.  

Na categoria Pro Diego Knob mostrou a todos porque esta entre os melhores pilotos do Brasil e fez o melhor tempo da especial colocando mais de 1 minuto no segundo da geral com o tempo de 06:01. Fernando Simioni garantiu a 2º colocação seguido por Leonardo Petry em 3º colocado.
5ª Especial – Trilha da Onça: Depois da tempestade sempre vem a calmaria, e aqui não foi diferente. Essa especial foi feita em um formato inédito no Brasil na qual os pilotos só fizeram o reconhecimento da trilha quando subiram por ela mesma em direção a largada. Uma trilha super fluida e divertida incrustada na mata atlântica, onde todos os pilotos se divertiram muito e puderam relaxar um pouco.

Eduardo Prates, mantendo o controle na parte mais escorregadia da E5.

Juliano Florence faz o terceiro melhor tempo na categoria Master 2, atrás de Marcelo Spitzer que volta a andar forte e reassume a 3º colocação da categoria até o momento. Caio Salerno mostra que não está para brincadeira, e leva mais uma!
Na categoria Master 1, Luis Altenfelder faz o terceiro melhor tempo. Juliano Jeremias anda forte e leva a primeira colocação, com Rodolpho Mattheis logo atrás na 2ª colocação.
Fernando Simioni e Leonardo Petry estão em uma batalha acirrada atrás do segundo lugar na geral da categoria Pro. Fernando leva a melhor e fica em segundo lugar seguido por Leonardo Petry em terceiro. Ja Diego Knob não alivia e leva mais uma.

Diego Knob, fisico em dia e muita técnica são a palavra chave para vencer em Monte Verde.

Após uma longa subida um pitstop na base StarBar para reabastecer as energias. A Especial 6 era esperada ansiosamente por todos, pois ela seria feita no escuro, ou seja sem reconhecimento algum. Os atletas já começavam a se juntar na largada da Especial 6 quando a neblina veio. Parecia cenário de filme, e esse seria o cenário da nossa E6, cenário que a tornaria épica.


 Largada da E6, neblina do começo ao fim.

6ª Especial – Trilha da Santa Cruz: A segunda especial mais longa da prova, mas com certeza a mais rápida de todas. Uma antiga estrada no meio da mata virgem descendo a Serra da Mantiqueira em direção a São Francisco Xavier. Cerca de 3.8 Km e 400m de desnível, muita neblina e velocidade para o delírio dos pilotos.

Felipe Vilhena                                               Luis Altenfelder

Marcelo Spitzer anda bem e garante a 3ª colocação, mas não foi o suficiente para continuar em terceiro na geral da Master 2. Felipe Vilhena mostrou-se confortável com a velocidade e soltou o freio. Levando a primeira colocação sobre Caio Salerno que ficou em segundo nesta especial, mas ainda sim garantindo o 1º lugar na geral da Master2 .
Alexandre Simão foi um dos mais rápidos a passar no trecho da pista em que eu estava, e o seu tempo provou ser verdade. Alexandre fez o melhor tempo na geral da especial, e na somatória geral em sua categoria Master 1 ficou em 1º colocado . André Spaca di Paolo ficou na segunda colocação seguido por Juliano Jeremias em terceiro.

Fernando Simioni, acelerando no escuro.

Fernando Simioni ficou em terceiro lugar na categoria Pro, atrás de Leonardo Petry que fez uma corrida segura e sólida. Já Diego Knob se mostrou o cara a ser batido, e não deu chance para ninguém e faturou a E6. Diego mostrou que vem treinando forte e está pronto para encarar qualquer parada, levando todas as 6 especiais na categoria Pro.

Diego Knob 1º, Leonardo Petry 2º  e Fernando Simioni 3º

E assim encerramos mais um Montanhas Race, com muito trabalho e suor. Mas satisfeitos de ver o sorriso estampado no rosto de cada piloto, com o gostinho de vitória e superação.
A etapa do Montanhas Race em Monte Verde vai ficar na memória de todos como uma corrida épica, e entrar para a história do MTB Brasileiro como uma das provas de enduro mais duras até o momento. Foram 2 dias de prova com cerca de 65km percorridos, mais de 2900m de elevação acumulados em 13 horas de prova.


Parabéns à todos os pilotos que completaram esse super desafio, e fizeram dessa prova um sucesso. Agradecimentos especiais ao Poncianos Backpacker, Casarão da Montanha, Equipe Montanhas Race, e Equipe MTB Monte Verde e ao nosso fotógrafo Rafael Cruz pelas belas imagens. E que venham as próximas.
Compartilhe no Google+

Sobre Unknown

As principais notícias sobre mountain bike, reunidas em uma única página. Vídeos, lançamentos, dicas, competições e muito mais!
    Comente na Página
    Comente no Facebook